Irmandade Metálica
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

2011.06.25 - Sardinha de Ferro - Side B

Ir para baixo

2011.06.25 - Sardinha de Ferro - Side B Empty 2011.06.25 - Sardinha de Ferro - Side B

Mensagem por Sickness 27/6/2011, 18:29

Em dia de festa tradicional benaventense, também o metal e as suas gentes celebraram. Afastados da azáfama da rua principal, fizeram do «Sardinha de Ferro» um excelente evento que durou para cima de dez horas. Pelo meio, uma incursão à avenida para jantar e viver os "santos populares" da terra, enquanto os concertos não eram retomados. Falando neles:

A primeira banda, Purusha, não vi. Quando cheguei já tocavam e com conversa daqui e dali, perdi-os. Entrei com a subida ao palco dos Atomik Destruktor que, uma vez mais, mostraram o talento e a intensidade que colocam nas músicas. Grande riffaria alemã, que culminou na cover de Sodom, a exemplo do que sucedera há dias em Grândola. Coube depois aos Forgotten Suns fechar a primeira parte desta maratona. Não vou propriamente à bola com o progressivo, mas gostei de alguns momentos, e é muito bem tocado. Pena o amplificador ter metido férias e não se ouvir os solos. Lá dentro, estavam 11/12 pessoas, contei-as eu.

Pausa para jantar.

À hora marcada, recomeçaram os concertos. Os Autopsya abriram a sessão nocturna/pré-matinal do «Sardinha de Ferro». Thrash basicamente, mas que não me seduziu como o dos Atómikos, por exemplo. Acabei por passar mais tempo cá fora, a lutar contra a praga de melgas. Depois sim, voltei para o calor da sala para rever Midnight Priest. São, sem dúvida absolutamente nenhuma, uma das grandes bandas de palco da actualidade. Estava muita gente no Side B, mas uns gostam disto, outros gostam daquilo e só os padres é que contaram com a sala "cheia" e a vibrar. Imponente - aço de alto a baixo! Logo depois os Switchtense. Tal como comentei por lá, não é som que oiça todos os dias, mas ao vivo são de um poder contagiante. Mais uns minutos na rua, a arrefecer e a limpar o chão, à espera da banda por mim mais aguardada, Scarificare. Agora com o Pestilens mais entrosado e com um baterista numa forma excepcional, a banda deu um concerto fabuloso, deixando "Infinite Death" para o fim, e ofecerendo um rebuçado chamado Dissection. Roçava o insuportável estar lá dentro e, por isso, aproveitei W.A.K.O para respirar. Já os vi inúmeras vezes e estava noutra. A noite aproximava-se do fim, mas a hierarquia ditava que ainda havia Holocausto Canibal, banda que tocara em Castelo Branco horas antes. Isto merece respeito. Também já os vi um porradão de vezes, mas pela grande alma demonstrada, vi mais uma vez...mesmo com os "estores" a fecharem-se. E, como eu, estava 90% do Side B. O evento conhecia, por fim, o seu epílogo. No caminho para a pensão ainda encontrei dois amigos destas lides, que preferiram respeitar as suas tradições. Se eu não tivesse já pago a pensão, ainda ia tomar o pequeno almoço com vocês Razz

Muita gente faltou a esta chamada, bem sei que não foi por não apetecer! Outras caras que já não via há algum tempo apareceram, e ajudaram a que esta noite fosse de alto nível.
Sickness
Sickness

Mensagens : 1627
Data de inscrição : 10/08/2009
Idade : 36
Localização : Amadora

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo

- Tópicos semelhantes

 
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos